Mapa do Site
Busca
Filtrar por data »»
Mensagem de Agradecimento
O Sindicato
Diretoria & Conselho Fiscal
Estatuto
Jurídico
Biblioteca Jurídica
Convênios
Aniversariantes Mês de Julho
Charge e Lazer
AÇÕES PARLAMENTARES
Cadastro de Usuários
Prestação de Contas SINPEF-PE
Unidades
Links
Fale Conosco
Manifestantes saem em caminhada para exigir saída do presidente Michel Temer

19/05/2017

Manifestantes saem em caminhada para exigir saída do presidente Michel Temer

A mobilização começou por volta das 16h, na Praça do Derby, e foi convocada pela Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco e frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo

O ato político articulado pelas centrais sindicais para exigir eleições Diretas Já e a saída do presidente Michel Temer percorreu as principais ruas da capital pernambucana, nesta quinta-feira. A mobilização começou por volta das 16h, na Praça do Derby, e foi convocada pela Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE) e frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. No final da tarde, a assembleia geral, como foi intitulada, saiu em caminhada pela Avenida Conde da Boa Vista com destino à Avenida Guararapes. Ao longo da Boa Vista, o comércio fechou as portas mais cedo e houve depredação de agências bancárias.

Segundo o presidente da CUT-PE, Carlos Veras, os atos de Temer - como a aprovação da reforma trabalhista e previdenciária - devem ser revogados com a saída dele do governo. Contudo, o presidente Michel Temer, em pronunciamento oficial nesta tarde, adiantou que não vai renunciar e vai exigir investigações acerca das gravações.

Para a professora aposentada Cristina Araújo, que endossa o Fora Temer no protesto, ir às ruas é a solução. "O povo foi às ruas e conseguimos o impeachment de Collor. Vamos lutar para o impeachment de Temer. O Brasil não aceita mais tanto descaso", afirma. O garçom Severino da Paz levou a bandeira do Brasil para cobrar a moralização do país. "Temer levou o país a fazer panelaço. Agora é a vez de fazer o panelaço contra ele. A gente precisa tirar os corruptores e fazer eleição direta", disse.

O policial rodoviário federal e presidente da Central Pública, que representa os servidores públicos, Frederico França, fortalece o discurso da população. "Fora todos os corruptos. Se roubou, não pode representar o país. Diretas Já. O povo deve decidir que está apto a representá-lo", disparou. Estudantes de Serviço Social da Faculdade Joaquim Nabuco também participam do ato e empunham cartazes para cobrar Diretas Já. A funcionária pública Lúcia Moreira disse que nos seus 53 anos de vida só viu os trabalhadores perderem seus direitos e serem prejudicados por causa da corrupção. "Enquanto eles roubam as pessoas morrem nos hospitais por falta de atendimento e as escolas são sucateadas", condenou.         

Por: Diario de Pernambuco

 

Versão para Impressão
Enviar para um amigo
Comentar Informação
Rua Capitão Lima, 84 - Santo Amaro - Recife-PE Cep.: 50.040-080. Tel.: 81 3222.4322 E-mail: sinpefpe@sinpefpe.org.br Área Restrita